Vereador Marcelo Parceirinho foi até o Hospital Municipal de Parauapebas e ficou horrorizado com a falta de água tratada para os pacientes. Pessoas aguardam até 12 horas por atendimento

>

Abandonada, deteriorada, esquecida, esculhambada… Faltam adjetivos ruins para classificar a saúde pública do município de Parauapebas. A cidade que nada nos bilhões recebidos pela mineradora Vale não consegue oferecer aos seus cidadãos uma assistência digna no ponto em que mais se faz necessário o apoio governamental: a saúde. Diariamente, milhares de pessoas aguardam, em filas cada vez maiores, um atendimento que demora bem mais do que deveria para acontecer.

Na madrugada da última quinta-feira (22), o vereador Marcelo Parceirinho decidiu fiscalizar o Hospital Municipal de Parauapebas. Por lá, o legislador se deparou com uma realidade difícil de ser aceitada. Vários pacientes aguardavam atendimento sem saber bem a que horas poderia voltar para casa. “Agora é meia noite e a fila está assim. Apenas um médico atendendo e essas pessoas esperando exame. Algumas chegaram aqui meio dia e estão até agora. Essa situação precisa ser resolvida, pois um médico não dá conta de atender a essa demanda; nem dois também.”

No vídeo, o parlamentar visita vários consultórios e constata que todos estão vazios, sem ninguém atendendo. “Olha aqui, as salas vazias. Fiquei sabendo que o médico foi jantar até; claro, ele não é máquina.”

Outro ponto do vídeo que chamou atenção é a falta de água tratada para os pacientes que aguardavam atendimento. O vereador provou a água deixada a disposição para o público. “Olha aqui, senhor Sérgio [Balduíno, vice-prefeito e diretor do Saaep – Sistema Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas] essa água está com gosto de barro. Os servidores muitas vezes fazem vaquinha para comprar água. Isso é um absurdo!”

A publicação no Facebook alcançou milhares de pessoas e os comentários mostravam a revolta com o abandono da saúde pública. “Realmente, a água tá muito ruim”, “isso é uma vergonha”, “esse governo está calado e todo mundo caladinho”, “tá uma vergonha o governo do Darcy” “Meu desejo é que a Lava Jato venha o mais rápido para Parauapebas.”

A Prefeitura da cidade ainda não se manifestou sobre o caso.

Publicidade