Lei que proíbe uso de sacolas plásticas no Pará entra em vigor neste domingo 14, será que essa lei será respeitada?

A partir de domingo (14), entrará em vigor a lei que proíbe o uso de sacolas plásticas no Pará. A decisão tem como objetivo proteger o meio ambiente. O projeto de lei 221/2019 foi aprovado no dia 9 de outubro de 2020.“Existem várias maneiras de amenizar o impacto dessas sacolas plásticas.

Continua depois da publicidade

A nossa proposta não passa pela punição do consumidor, apenas para adotar novas medidas de proteção ao meio ambiente e às novas tecnologias que estão ao nosso alcance. A conscientização em torno do problema é o que nos motiva a propor mudanças”, justificou o deputado Daniel Santos, autor do projeto.

O material é feito de polietileno, derivado do petróleo, e demora séculos para se decompor na natureza. O descarte de sacolas plásticas não polui apenas as ruas da cidade, mas prejudica a saúde dos rios, por exemplo.

A lei que entrará em vigor no próximo final de semana proíbe a distribuição e venda desses produtos e não vale só para supermercados, mas também para outros estabelecimentos comerciais.

O uso delas dentro desses lugares também está vetado.De acordo com o ministério do Meio Ambiente, 1,5 milhão de sacolas plásticas são distribuídas por hora no Brasil.ECO BAGSUma alternativa para quem precisa carregar suas compras são as sacolas retornáveis, popularmente chamadas de eco bag. Elas são vendidas inclusive em supermercados e se pode usar várias vezes.

Mas se você não quer gastar dinheiro comprando uma eco bag, também pode fazer uma em casa, utilizando materiais como tecido e técnicas básicas de costura. Tutoriais para fazer uma sacola retornável são facilmente encontrados na internet.Você pode encontrar vários tipos de eco bags, desde as maiores, às compactas, dependendo da sua necessidade. Para quem é mais excêntrico, também há a opção de personalizar a sacola à sua maneira.Fonte: Diário do Pará
Publicidade