Após investigações, a Polícia Civil de Parauapebas conseguiu chegar até o suspeito de tentar matar Hemerson Conceição da Silva 19 anos de idade, baleado durante confusão registrada no último domingo (6), em um bar e lanchonete no centro da cidade.

A vítima foi hospitalizado e, com auxílio de foto, realizou o reconhecimento do autor dos disparos, o que levou a polícia até Wellington da Silva Albino, de 20 anos. O mesmo negou as acusações a ele imputada. Depois de ser ouvido em depoimento, Wellington foi transferido para a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) na região do complexo VS-10 em Parauapebas, onde ele segue à disposição da justiça.

De acordo o diretor da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas, Élcio de Deus, mesmo diante da prisão do suspeito, o inquérito policial segue aberto. Para ajudar nas investigações, a equipe da delegacia do município irá analisar as imagens das câmeras de segurança dos estabelecimentos comerciais as proximidades de onde ocorreu o fato.

Ainda de acordo com o diretor, a arma usada no crime não foi apreendida. Testemunhas ainda estão sendo ouvidas. A polícia acredita que há mais pessoas envolvidas no crime, o que só será confirmado após o fechamento do inquérito policial.

(Neide Folha)

Publicidade