No último domingo (24), a equipe de Fiscalização Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) recebeu uma denúncia anônima sobre a realização de uma rinha de briga de galo nas imediações do Acampamento Galeano. Com apoio da Polícia Militar, a Fiscalização Ambiental se dirigiu ao local.

Ao avistarem a viatura policial, vários indivíduos se evadiram do local em direção à área de mata. A polícia ainda perseguiu alguns, porém não conseguiu apreendê-los. No local, foram localizados 15 galos com sinais de maus tratos.

Por este motivo, os animais foram apreendidos e levados para a sede da Semma com base no art. 29 do Decreto Federal 6.514/2008. O suposto responsável pela rinha conseguiu se evadir no momento da operação.

A responsável pela residência onde os animais foram encontrados foi conduzida à Delegacia de Polícia de Canaã dos Carajás para prestar esclarecimentos e indicar o nome do responsável pela rinha de galo. Os animais serão doados a entidades privadas sem fins lucrativos em respeito ao previsto na Lei Municipal nº 132/2006 e Decreto Estadual nº 204/2019, tendo em vista ter sido caracterizado o crime de maus-tratos e a infração ambiental.

Publicidade