Colaboradores de diversas áreas do Hospital Yutaka Takeda (HYT), na Serra dos Carajás (PA), gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar participaram neste mês de um treinamento sobre cuidados e manejo em saúde mental.

A atualização da equipe de enfermagem e multiprofissional do Hospital teve o intuito preparar os profissionais para intervir de imediato nas situações de crise em que o paciente põe em risco a sua integridade física ou de qualquer pessoa ao seu redor, sem esquecer que o ser humano em sofrimento psíquico, seja qual for a causa, sempre se encontra em uma situação de grande vulnerabilidade. A abordagem a essa pessoa deve se pautar, sobretudo, pela construção de uma aliança, que é feita por meio de cortesia, sensibilidade e acolhimento. Afirmações empáticas e compreensivas, que abordem as emoções do paciente de forma direta e que deixem clara a natureza do contato, são também fundamentais.

>

Para iniciar a capacitação, o coordenador do Centro de Atenção Psicossocial do (CAPS III) da cidade de Contagem (MG), Rafael Kalil, deu um breve histórico sobre o que é a loucura. Também abordou a questão dos hospitais psiquiátricos e as leis que amparam os portadores de sofrimento mental e as formas clínicas dentro de cada estrutura, como por exemplo a esquizofrenia, paranoia, neurose obsessiva, entre outras. Além disso, o profissional falou sobre o tratamento e manejo de cada uma delas. “O manejo precisa ser realizado de maneira respeitosa, pois quando temos o cuidado com a pessoa, ela tende a nos responder de maneira melhor”, declarou Rafael.

Já a enfermeira de saúde mental Carolina Castro, mesclou sua parte do treinamento entre teórico e prático. Na parte teórica, a enfermeira explicou o que é um surto psicótico, o que caracteriza uma urgência ou emergência em quadro de sofrimento mental e pontou as formas de manejo, que podem ser verbal, de relacionamento, mecânico e físico. Na ocasião, ela também enfatizou que para cada situação uma abordagem particular deverá ser adotada e explicou sobre a importância de pessoas de vários setores participarem do treinamento. “Todo mundo desde a portaria até a diretoria precisam aprender esse manejo, pois podem esta auxiliam em uma situação de crise”, disse.

Logo após o momento teórico, a enfermeira convidou alguns participantes do treinamento para realizarem uma encenação teatral de atendimento a um paciente em sofrimento mental, para que os mesmos colocassem em prática o que foi ministrado.

A enfermeira da qualidade do HYT Annallena Costa considerou a capacitação de grande valia e bastante esclarecedora. “Hoje faz parte do contexto do hospitalar do Yutaka esse tipo de perfil de paciente psiquiátrico e esse treinamento veio trazer várias informações importantes, já que esse tema não é muito discutido e gera muitas dúvidas. E foi muito bom porque abordou como lidar com a família e como fazer a assistência direta a esse paciente”, comentou.

Atualmente no Hospital Yutaka Takeda está sendo elaborado um manual de atendimento a pacientes psiquiátricos devido ao aumento do número desse tipo de atendimento na Unidade. O Hospital dispõe dos serviços ambulatoriais de psicologia e psiquiatria e aceita o convênio AMS, Saúde Bradesco e Unimed, além de realizar atendimento particular, que pode ser agendado por meio do seguinte telefone: (94) 3352-4600, de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h.

Sobre o hospital

O Hospital Yutaka Takeda foi construído pela Vale há 32 anos e é administrado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar há 20 anos. Possui ambulatório para consultas eletivas com 20 especialidades médicas, Pronto-Socorro 24h, acomodações de internação com 16 leitos de enfermarias, 17 leitos de apartamentos individuais, um leito de isolamento, um leito de assistência semi-intensiva e dois leitos de assistência semi-intensiva neonatal, com um total de 37 leitos. Além disso, possui centro cirúrgico com três salas cirúrgicas, uma sala de pré-parto e três leitos de recuperação pós-anestésica, Serviço de Auxílio Diagnóstico e Terapia e Serviço de Medicina do Trabalho.

Só neste ano, a Unidade conquistou duas importantes certificações, a de Hospital Acreditado Pleno- Nível 2, reconhecimento concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) que avalia a qualidade, segurança e gestão integrada. Outra conquista recente e pioneira no Brasil, foi a  de Hospital certificado pelo Programa de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), que reconhece a qualidade da assistência da instituição. 

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma das maiores entidades de gestão de serviços de saúde e administração hospitalar do País. Fundada em 1967, como Associação Monlevade de Serviços Sociais, em João Monlevade (MG), a Pró-Saúde é uma entidade sem fins lucrativos. Tem sob sua responsabilidade 2.500 leitos e o trabalho de cerca de 16 mil profissionais, sendo 2,9 mil médicos, além de reunir um dos maiores quadros de administradores hospitalares do Brasil, contribuindo para a humanização do atendimento hospitalar, em especial do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com excelência técnica e credibilidade nacional, é uma entidade filantrópica qualificada como Organização Social de Saúde (OSS) e oferece uma gama de serviços em benefício da vida. A atuação na área de administração hospitalar tornou a entidade amplamente reconhecida no setor, permitindo que a Pró-Saúde ofereça a mesma qualidade em assessoria e consultoria, planejamento estratégico, capacitação profissional, diagnósticos hospitalares e de saúde pública, gestão de serviços de ensino e muitos outros. A entidade faz a gestão de quatro Centros de Educação Infantil, em São Paulo, cidade em que também fica localizada a sua Sede Administrativa.

Suellen Santos

Publicidade