Enfermeiro concursado em Canaã, Alessandro tem dedicado horas do seu dia a caluniar e difamar pessoas utilizando as redes sociais, incluindo a ex-mulher. Suspeito de estar vivendo surto psicótico, o enfermeiro foi preso nesta segunda (24) em Canaã

A Polícia Civil de Canaã dos Carajás prendeu, nesta segunda-feira (24), o enfermeiro Alessandro Ranieri. O profissional concursado foi encontrado em sua casa e levado para a Delegacia de Polícia após diversas denúncias de calúnia, difamação e crimes contra a honra. Afastado do trabalho há alguns meses, Alessandro tem dedicado boa parte de suas horas a atacar pessoas via Facebook, incluindo sua ex-mulher, que também é servidora pública do município. O acusado também fez ameaças à ex-companheira e responderá pelo crime.

>

A principal suspeita é de que Alessandro, que se auto-intitula “enfermeiro federal”, esteja vivendo um surto psicótico, haja visto o nível de suas publicações, com palavras de baixo calão e escritas de forma desconexa. Veja algumas:

A prisão preventiva de Alessandro aconteceu para evitar que as publicações continuem a ser feitas e que as ameaças contra a ex não se cumpram. O enfermeiro deverá passar por avaliação psiquiátrica e deve ser internado em alguma instituição.

Em 2019, Alessandro Ranieri chegou a anunciar que era pré-candidato a prefeito em Canaã dos Carajás, tendo recebido, inclusive, apoio de algumas pessoas. De acordo com informações da PC, ele segue preso e está à disposição da justiça.

Publicidade