Se preso na cidade de São Felix do Xingu um homem acusado de cometer feminicídio em Parauapebas; o crime aconteceu no ano de 2013. O vigilante Ednilton Medeiros Costa, 33 anos de idade, teria matado a jovem Daisy moura com um tiro na nuca.

O homem foi preso na segunda-feira (16), por meio de um mandado de prisão preventiva, com apoio da 20.ª Seccional Urbana de Polícia Cívil de Parauapebas. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 2ª Vara Criminal de Parauapebas

Desde a época do crime, o acusado estava foragido. Consta que na ocasião, ele tinha 27 anos de idade e matou a vitima quando ela tinha apenas 15 anos de idade. O caso aconteceu por volta das 5h da madrugada de uma sexta-feira, na Rua 11, bairro Cidade Nova, Parauapebas.

De acordo com a polícia, a adolescente Daisy Moura seguia em uma motocicleta em companhia de dois amigos (Maiqson Machado da Silva, o “Max”; e Maurício) pela Rodovia PA 275 em direção ao hospital municipal para visitar uma amiga dela que havia sofrido um acidente. Ao entrar na rua 11, Max, que pilotava a motocicleta, teria realizado dois disparos com o cano de descarga da moto. Nesse instante, ainda segundo a polícia, o vigilante Ednilton Costa que passava no local, se irritou e saiu em perseguição à motocicleta ocupada por Max, Daisy e Maurício.

Ao alcançar a moto com os três, o vigilante efetuou três disparos de revólver em direção a eles, um dos quais atingiu a nuca da adolescente, que chegou a ser socorrida e levada ao hospital municipal. Daisy ainda chegou a ser transferida para o Hospital Regional de Marabá, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

(Com informações de Caetano Silva)

Publicidade