Por volta das 19h de domingo (22), foi apresentado ao delegado plantonista Luciano Ramos, na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, preso em flagrante delito, o nacional Moises Matinho da Silva, 40 anos de idade, natural de Conceição do Araguaia- PA, pela prática de crime de tráfico de entorpecente, a prisão dele se deu na rua 54, bairro Alto Boa Vista,
Parauapebas.

Segundo informações, Moisés Martinho foi pego em policiamento ostensivo realizado pelo Grupo Tático Operacional (GTO), quando por volta de 17h30, a viatura foi abordada em via pública, por um cidadão que preferiu não se identificar dando conta de que na casa de Moisés funcionava uma boca de fumo, com base na denúncia a Gu se deslocou para o endereço indicado instante em que logrou êxito em prender em uma residência da Qd-104, bairro Alto Boa Vista, onde residia o até então suspeito de ser
foragido da Justiça, e que devido a grande movimentação de pessoas havia uma suspeita de que se tratasse de uma boca de fumo.

Mediante as informações, a guarnição realizou diligência e após identificar o imóvel, momento em que avistaram um individuo na frente da casa identificado minutos depois como sendo Moisés Martinha da Silva. Na abordagem e busca pessoal, nada foi encontrado em seus bolsos, no entanto os policiais teriam visualizado um frasco plástico cor vermelha próximo a casa dele, contendo 17 petecas de maconha, pesando o total aproximado de 17,20 gramas.

Ao perceber que os PMs haviam encontrado droga no local, o mesmo esboçou nervosismo, levantando a suspeita de ser o dono do material. Em ato contínuo, os policiais procederam busca no logradouro, instante em que apreenderam em uma pequena caixa de papel vários recortes plásticos e três cortes de papel filme, além de pequena quantidade da mesma erva prensada, pesando o total de 40,7 gramas, uma balança de precisão, e um frasco plástico contendo sementes de maconha e a
importância de R$ 100 em espécie.

Além do material ilícito encontrado no interior da casa, também foram apreendidos cinco aparelhos celulares, uma caixa de som amplificada, um tablet, uma TV, suspeitos de serem de procedência duvidosa.

Mediante o flagrante, Moisés Martinho recebeu voz de prisão, sendo conduzido e apresentado na delegacia juntamente com o entorpecente e os objetos apreendidos.

Procurado pela reportagem, o acusado não quis falar com a imprensa.

(Neide Folha)

Publicidade