Matheus Lima dos Santos foi reconhecido por testemunhas como o autor do crime contra Arielza, que era homossexual e conhecida ativista LGBT em Parauapebas

A Polícia Militar de Parauapebas apresentou na Delegacia de Polícia Civil, no início da noite desta terça-feira (23), Matheus Lima dos Santos, de 24 anos. O jovem é acusado de matar de forma cruel Ary Ribeiro da Silva, mais conhecida como Arielza, conhecida cabelereira e ativista LGBT de Parauapebas.

Segundo informações, A PM conseguiu chegar até Matheus por meio de várias denúncias feitas por testemunhas. O acusado estava em sua casa no bairro Liberdade, por volta das 18h, quando foi surpreendido pela ação da PM.

Matheus está à disposição da justiça e deve ser investigado pela Polícia.

Arielza foi encontrada morta em sua casa, com vários golpes de faca no corpo e a cabeça dentro de uma banheira. A suspeita é de que ela tenha sido esfaqueada ainda na sala de sua casa e tenha corrido para o banheiro para se defender. A cabeleira, provavelmente, foi morta na noite de segunda-feira (22).

Arielza em vida
Publicidade