A Petrobras anunciou mais reajustes de preços dos combustíveis na refinaria. A partir de hoje, o preço médio de venda da gasolina para as distribuidoras passa para R$ 2,25 por litro, refletindo aumento médio de R$ 0,17 por litro no preço de venda.

Continua depois da publicidade

Por sua vez, o preço médio de venda do diesel passará a ser de R$ 2,24 por litro, refletindo aumento médio de R$ 0,13 por litro. Já o preço médio de venda de GLP (gás liquefeito de petróleo) para as distribuidoras passará a ser de R$ 2,91 por quilo (equivalente a R$ 37,79 por 13 quilos), aumento médio de R$ 0,14 por quilo (equivalente a R$ 1,81 por 13 quilos).

Os preços praticados pela Petrobras dizem respeito ao valor do litro do combustível na refinaria. Dali eles ainda passam pelas distribuidoras para, depois, chegar aos postos, e têm uma série de impostos e outros custos adicionados ao longo desse caminho. Os aumentos da Petrobras podem ser repassados integralmente ou não para o consumidor nessa cadeia.Ainda assim, um aumento dessa mesma magnitude na bomba teria um impacto considerável no Índice de Preços ao Consumidor Amplos (IPCA), indicador oficial de inflação medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), já que a gasolina tem um peso grande no índice. O IPCA considera o preço da gasolina nos postos.

Publicidade