Parauapebas: Mulher é autuada em flagrante por venda de medicamento abortivo.

Por: Neryan Da Hora

Continua depois da publicidade

Irenilde Costa de Oliveira, (42), foi autuada em flagrante por venda irregular de medicamento abortivo. O (cytotec).
O caso aconteceu na tarde desta última quinta-feira (04), no bairro Betânia, em Parauapebas (PA)

Foi por meio do disque denúncia (181) que o caso foi parar na polícia. A acusada já estava há três (03) dias, sendo investigada. Durante fiscalização, a polícia suspeitou de uma cliente, que se mostrou bastante nervosa no estabelecimento comercial. A confirmação veio quando essa mesma cliente deixou cair uma cartela do comprimido abortivo.

A polícia, averiguou o local, mas a proprietária, confessou o crime; e entregou uma caixa contendo outros medicamentos da mesma procedência.

A mulher acusada foi encaminhada para delegacia, e seguiu para audiência de custódia perante autoridade legal ( delegado ou juiz).
O código penal do Art. 273 prevê pena de 10 a 15 anos e meio de prisão.

Publicidade