Por volta das 15h05 uma guarnição da Polícia Militar foi acionada com a informações do achado de um corpo no final da rua 4, Riacho Doce, bairro Primavera, no município de Parauapebas

De acordo com guarnição da área  VTR 2316
realizava rondas na área de policiamento quando foi acionada por populares dando conta de que havia um cadáver boiando nas águas do Rio Parauapebas, já em adiantado estado de decomposição.
Mediante a informação a GU se deslocou até o local indicado onde confimou o fato, trata-se do corpo do jovem Yardley Lima Martins Oliveira, 29 anos, que estava desaparecido desde o dia 25 noite de natal. O mesmo estava com as mãos amarradas para trás com parte do corpo submerso nas águas. Mediante o que viu a guarnição manteve a preservação do local do achado e acionou o Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e o IML após ter sido retirado das águas pelos homens do Corpo de Bombeiros com apoio da Defesa Civil, a eguipe de remoção do Instituto Medico Legal (IML). Removeu o corpo.
De acordo com o tenente Joselito do 23° Grupamento Bombeiro Militar de Parauapebas, as buscas se iniciaram por volta das 10h00, da manhã de terça-feira 29, após a circulação do video da execução da vítima na redes sociais. “Com apoio da Polícia Militar e da Defesa Civil Municipal as buscas iniciaram hoje pela manhã e só por volta das 15 horas encontramos o corpo. Agradeçendo o apoio da Polícia Militar e da Defesa Civil que nos auxiliou com uma lancha.

Momento do resgate

Olhando as imagens no video o corpo foi encontrado uns cinco mentros de distância do local onde a vítima foi trucidada, relatou o oficial BM. Após o corpo ter sido resgatado das águas o mesmo por falta de médico legista o cadáver foi encaminhado para necropsia no IML de Marabá.
( N F )

Publicidade