Se encontra recolhido em uma das celas da área carcerária da SUSIPE, no
bairro Rio Verde, acusado de estupro, o ex- policial Militar, Jailton Ferreira da Silva, 56 anos de idade. O homem foi preso na noite de terça-feira (26), na rua Amazonas em um quarto de condomínio, no bairro Rio Verde, Parauapebas, após ser denunciado pela vítima, de iniciais J. B. S. A mulher procurou a 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil denunciando que na manhã daquele mesmo dia havia sido estuprada por Jailton.

De acordo com a vítima, que, também na tarde de ontem (28), procurou a Imprensa, o caso ocorreu quando ela havia sido chamada pelo acusado para realizar uma faxina em sua residência.

J.B. contou para reportagem que Jailton Ferreira havia lhe chamado por volta das 09h da manhã para que ela realizasse a faxina e que pelo serviço lhe pagaria 80 reais. Ainda segundo a vítima, quando ela começou o serviço, Jailton Ferreira passou a lhe cantar e chamar para uma relação sexual, o que foi negado por ela, que continuou o seu serviço. No entanto, o acusado, não satisfeito com a negativa, lhe agarrou e sob grave ameaças a obrigou a manter relações sexual com ele.

Após o ato, ainda segundo a vítima, com muita dores uma vez que esta com 5 meses de gravidez, ela procurou o posto de saúde, onde teria conversado com uma psicóloga a qual lhe encorajou a procurar a polícia e denunciar crime.

Diante da denúncia, a equipe de plantão do delegado Dufrae Abade, e os investigadores IPC Frances, com apoio do tenente PM Costa, e o soldado PM Silvano, se dirigiram ao local do crime onde prenderam e conduziram o autuado para a 20ª Seccional Urbana de Polícia Cívil para os procedimentos cabíveis.

Segundo a vítima, ela tomou a atitude de denunciá-lo para encorajar outras mulheres que possam ter sido vítimas do homem.

(Caetano Silva)

Publicidade