No estado, doses da CoronaVac, vacina produzida pelo Instituto Butantan (brasileiro) e da chinesa Sinovac já começaram a ser distribuídas pelo governo aos 144 municípios para início da campanha.

A imunização começou hoje na capital do Estado, Belém, no Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, onde está situado o Hospital de campanha. Durante a cerimônia de abertura oficial da Imunização no estado, a primeira pessoa a ser vacinada contra a doença foi uma profissional da saúde lotada no hangar, uma mulher negra, Shyrley Cruz Maia, de 39 anos.

A segunda pessoa a ser vacinada foi a enfermeira Marielza da Silva Monteiro, de 57 anos, mãe de quatro filhos.

Continua depois da publicidade

A terceira pessoa a ser vacinada foi o profissional de saúde de Ananindeua, Jõao Bernardo, de 37 anos.

Segundo o Governo, o Pará recebe um total de 173.240 mil no primeiro lote, sendo que, dessas, 48.680 serão de uso exclusivo da população indígena, segundo afirmou o governador Helder Barbalho (MDB), em um post no Twitter.

Nesta primeira fase da vacinação o público alvo são: profissionais da saúde, pessoas de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência e indígenas aldeados.

As etapas ocorrerão de forma simultânea, em todos os 144 municípios do estado, e os grupos serão cumulativos no decorrer das etapas definidas. Com informações do Governo

Publicidade