O senador Zequinha Marinho (PSC-PA) lamentou, no último dia 24 de junho, em Plenário, que a justiça tenha decidido favoravelmente a um pedido numa ação judicial que pode inviabilizar o projeto ‘Onça Puma’, de exploração de níquel, da empresa Vale.

Ele explicou que algumas ONGs alegaram que os resíduos da atividade geram doenças e malformação congênita de pessoas que vivem na região de Ourilândia do Norte, no Pará. Para Zequinha, a argumentação não se sustenta e a decisão judicial pode gerar desemprego.

>

“Estamos pedindo mais uma vez uma audiência com o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, para nos receber, juntamente com o prefeito de Ourilândia e a representação da bancada do Pará, para que a gente possa continuar um diálogo no sentido de tentar fazer que [o processo] não avance mais. A empresa já jogou a toalha, tamanha é a luta judicial. Pense bem, em cima de uma inverdade, há prejuízo não só à Vale, por tudo o que investiu para a construção do projeto, mas também à economia da região” explicou.

Publicidade