Após a divulgação, na noite desta segunda-feira (11), de um novo decreto, assinado pelo presidente da república Jair Bolsonaro, que amplia o número de atividades consideradas essenciais para a população brasileira, o governador do Pará, Helder Barbalho, reagiu nas redes sociais.

Diante do decreto do Governo Federal, que considera salões de beleza, academias de ginástica e barbearias como serviços essenciais, reafirmo que aqui no Pará essas atividades permanecerão fechadas.

A decisão é tomada com base no entendimento do STF.
No Pará, o governador decretou lockdown desde a última quinta-feira (7), para tentar aumentar os índices de isolamento social e, assim, achatar a curva de casos, que cresce exponencialmente no estado.

Nesta segunda-feira (11), por exemplo, foram confirmadas mais 103 mortes por conta da covid-19 e 721 novos casos da doença.

Publicidade