Unidade de ensino será a primeira a funcionar em tempo integral no município e atenderá, segundo a Prefeitura, 800 alunos do Residencial Canaã e Nova Esperança I e II

 

>

Moradores do Residencial Canaã e dos bairros Nova Esperança I e II foram apresentadas, na noite desta segunda-feira (12), ao projeto da escola em tempo integral que já está em fase final de construção. A unidade escolar deve atender, quando concluída, 800 alunos dos três bairros. Na ocasião, os moradores ouviram atentos às explicações técnicas sobre a unidade de ensino e puderam tirar dúvidas.

Sandra Magalhães, mora no Residencial Canaã e celebrou a novidade. “Eu tenho um filho pequeno que está no ensino fundamental e ele vai ter a oportunidade de receber esse reforço no ensino. Fiquei muito feliz quando chegou essa novidade aqui pra gente. A educação dos nossos filhos é a nossa prioridade e tenho certeza que isso vai contribuir bastante pro desenvolvimento deles.”

Conforme apresentado, a nova escola funcionará das 7h30 às 17h30 atendendo alunos do 1º ao 9º ano com três períodos para alimentação. A unidade de ensino contará também com o apoio da Polícia Militar, que auxiliará na coordenação disciplinar da escola por meio da inserção da disciplina ordem unida. Além desta, os estudantes terão aulas de libras – linguagem utilizada pelos surdos.

Para Edilson Valadares, o ensino em tempo integral representará um avanço na educação municipal. “A gente sabe que quanto mais tempo o aluno passa na escola, melhor é. O ensino integral é uma das metas do nosso Plano Municipal de Educação que foi elaborado em 2015. A inauguração dessa escola será um marco na nossa cidade.”

Presente no evento, o prefeito Jeová Andrade destacou a evolução do município na educação. “Sabemos que ainda há muito o que se avançar na educação, mas isso é e sempre foi prioridade no nosso governo. Nossas escolas hoje possuem uma estrutura que as tornam referência na região e quem ganha com isso são os nossos alunos. Essa nova escola atenderá a centenas de estudantes e eles vão ter um grande reforço no currículo escolar, bem como três refeições diárias. Isso representa bastante para os nossos jovens.”

As obras da escola devem ser concluídas já no mês de dezembro. A previsão é que as atividades escolares tenham início em janeiro. Na nova escola, os alunos aprenderão, durante metade de um dia letivo, as disciplinas do currículo básico, como português e matemática. Já no outro período, os estudantes terão atividades ligadas às artes, esporte, cultura, entre outros.

A implantação da nova escola é o primeiro passo para o cumprimento do Plano Municipal que prevê que 25% das escolas municipais funcionem em tempo integral até 2024.

Publicidade