O lavador de carro Mateus Oliveira de Andrade, 19 anos de idade, natural de Marabá PA, foi executado com três tiros, um na perna e dois na cabeça, provavelmente de revólver calibre 38, desferidos por dois indivíduos em uma moto Honda Bis em Parauapebas.

O crime aconteceu por volta das 15h40, desta sexta-feira 9, na frente do lava-jato onde a vítima trabalhava, localizado na rua Rui Barbosa bairro Nova Vida.

Segundo informações, Mateus Oliveira trabalhava no lava-jato havia duas semanas e na tarde do ocorrido o mesmo estava no local de trabalho quando teria chegado dois desconhecidos em uma moto Honda Bis cor vermelha, que ao se aproximar da vítima teriam lhe perguntado quanto custava a lavagem da motocicleta. Mateus respondeu, mas logo percebeu quando o garupa da moto tirou a arma da cintura e tentou correr, mas foi atingindo na perna esquerda. Ao cair no meio da rua, o assassino caminhou em direção ao rapaz e disparou mais duas vezes contra a cabeça do lavador de carros.

A reportagem conversou no local com o pai da vítima, que se identificou apenas por Júnior, o mesmo disse desconhecer a motivação do crime, declarou que seu filho era um bom menino, ele era um bom filho trabalhador e respeitador. Depois que ele ficou de maior foi viver por conta própria, a gente se via hora por outras mais nos fins de semana. Perguntado a Júnior se seu filho tinha envolvimento com tráfico de drogas ou com facção criminosa o mesmo respondeu que não tinha conhecimento e espera que a polícia esclareça o assassinato de seu filho.

A polícia trabalha com a hipótese de crime por acerto de contas. Informada via (CCO) sobre o ocorrido a viatura do GTO se dirigiu ao loxal, mas os pistoleiros já haviam tomado rumo ignorado.

Depois dos levantamentos realizados por investigadores de Polícia Civil, o corpo da vítima foi removido pelo IML, ao Centro de Perícia Científica Renato Chaves onde passará por necrópsia. Até o momento não havia informações que levasse ao paradeiro dos executores.

(Neide Folha)

Publicidade