A Polícia Civil de Parauapebas abriu inquérito policial para apurar a morte prematura do jovem Deivid Luz Silva, de 18 anos de idade, assassinado a pauladas em uma discussão em um bar próximo a sua casa. Informações apuradas pela reportagem dão conta de que a vítima morreu a caminho do Hospital Municipal de Parauapebas (HMP). Deivid foi socorrido pela família e, de acordo com informações, três indivíduos foram os responsáveis por desferir os golpes que o mataram. Segundo a família, a pivô do crime teria sido a namorada da vítima, de nome não divulgado.

O caso aconteceu por volta das 23h30 de domingo (29) na rua Pará com Santa Catarina, bairro Liberdade I, quando Deivid Dias, estava retornando da casa da mãe dele para residência do pai, onde morava. No percurso, ele foi surpreendido pelos assassinos ao parar em um bar para conversar com algumas mulheres conhecidas. No instante, três indivíduos chegaram ao local e, após um ligeiro bate-boca, se armaram de pedaços de pau e começaram a bater em Deivid Dias que, sem chance de defesa, ficou caído no chão até a chegada de seu pai, que o socorreu e o levou para o hospital.

“Eu acredito que o motivo da agressão que veio causar a morte do meu filho foram brigas por causa da namorada dele. Eu já estava dormindo quando fui informado do ocorrido, fui até o local e, ao chegar lá, vi meu filho no chão sangrando com um golpe na cabeça. Socorri ele, mas, antes de chegar ao hospital ele faleceu” lamentou o homem.

A polícia busca informações que possam levar a identificar a identidade e paradeiro dos cruéis assassinos.

Até o fechamento desta matéria ninguém havia sido preso.

(Neide Folha)

Publicidade