Buscando formas de diversificar a economia de Canaã dos Carajás através da inovação tecnológica e empreendedorismo, o prefeito Jeová Andrade, acompanhado de sua equipe de governo, visitou, entre os dias 13 e 14 de fevereiro, a sede da Universidade de São Paulo (USP), na cidade de São Carlos. Na ocasião, o gestor de Canaã conheceu mais sobre os programas de incubação e aceleração de startups da USP, que são reconhecidos como os melhores do país.

O secretário de Planejamento de Canaã, Geam Meirey, também visitou a universidade e explicou que a Agência USP de Inovação é um exemplo a ser seguido. “Ela atua na articulação das incubadoras de empresas de base tecnológica e social, parques tecnológicos e demais empreendimentos de inovação para aproximar a universidade dos demais atores do ecossistema de inovação e empreendedorismo. A agência possui números significativos alcançados em 2019, o que pode ser levado em conta por nós.”

Jurandir José, secretário de Desenvolvimento Econômico, também membro da comitiva que acompanhou o prefeito, explicou quais são os objetivos. “Queremos implantar, ainda em 2020, um centro de incubação de empresas Júnior (startups e spin offs), voltadas para a geração de emprego e renda para o jovem de Canaã dos Carajás, através da inclusão no projeto Smart Cities. Essa proposta está em fase de implementação pelo governo municipal, em parceria com a UFPA, USP, ITA, Ericsson, ITV da Vale e uma série de outras universidades e empresas da área tecnológica.”

O projeto Smart Cities é uma das ações do Pacto por Canaã, que visa tornar o município um dos melhores para se viver no Brasil até 2035. A proposta tem duas vertentes: a primeira é a implementação de várias funcionalidades de melhoria em áreas como saúde, segurança, educação, trânsito, meio ambiente, acessibilidade, indústria 4.0 e outras. A segunda está no fomento de “startups”, empresas de tecnologias instaladas em Canaã dos Carajás para o desenvolvimento de todas essas funcionalidades, através de custeio de projetos pelo Fundo Municipal de Desenvolvimento Sustentável (FMDS).

Jeová Andrade falou sobre a importância de se buscar empreendimentos inovadores para Canaã. “Os recursos do minério são finitos e precisamos buscar alternativas de geração de emprego e renda que não dependam diretamente da Vale ou suas terceirizadas. Essa transformação já está em curso. Seremos um um grande centro de educação universitária e um grande centro desenvolvedor de tecnologia. Isso dará total condição de nosso jovem estudar e empreender em nosso município, exportando para o mundo os produtos da inteligência e criatividade de nosso povo.”

Pedro Silva, empresário e conselheiro do FMDS, e Jorge Tomazi, gestor do Distrito Empresarial de Canaã dos Carajás, também visitaram a USP na comitiva do prefeito. Na oportunidade, a equipe se reuniu com o secretário de Ciência e Tecnologia de São Carlos, Prof. José Tundisi.

Publicidade