De acordo com informações já confirmadas pela Susipe, 16 presos foram decapitados e tiveram suas cabeças exibidas em vídeos. Imagens circularam a internet

Por cerca de cinco horas, detentos do Centro de Recuperação Regional de Altamira fizeram uma rebelião de proporções grandiosas. Nada menos que 52 presos foram mortos. Destes, 16 foram decapitados e tiveram suas cabeças exibidas  em vídeos. As imagens circularam a internet e assustaram por conta da violência macabra dos criminosos. No meio da confusão, dois agentes viveram momentos de terror e foram feitos reféns, mas liberados ao fim.


De acordo com informações, uma briga entre duas facções causou toda a situação. Membros de um dos grupos invadiram o anexo em que os rivais estavam e toda a confusão começou. Ainda não há confirmação da Susipe sobre quais grupos estariam envolvidos no confronto, mas suspeita-se que o Comando Vermelho seja uma das facções.

A ação teve início por volta das 7h e só terminou por volta das 12h. De acordo com informações, uma sala foi trancada e os revoltosos atearam fogo no local. Vários internos morreram com a fumaça. Em todo o Brasil, esta é a segunda maior rebelião confirmada em 2019, só perdendo para a de Manaus, que vitimou 55 presidiários.

(Informações: G1 e Blog do Zé Dudu)