À frente da Settran deste 2017, Uescley Amorim destaca ações preventivas e operações fiscalizatórias em todo o município como principais vetores para a drástica redução de acidentes

Os números comprovam: Canaã é uma cidade que possui um trânsito mais seguro hoje do que há alguns anos. Ao final de 2016, nada menos que 1722 acidentes foram registrados em todo o município. Segundo os dados fornecidos pela Secretaria de Trânsito e Transportes (Settran) e pelo Hospital Municipal, aquele foi o ano em que Canaã registrou um dos maiores índices de sinistro entre condutores em toda sua história.

Os dados assustadores fizeram com que atitudes drásticas fossem tomadas para garantir menos acidentes nas vias do município. Em 2017, Uescley Amorim assumiu a Settran. O novo secretário tomou para si a ousada meta de reduzir os números ruins que Canaã ostentava. E juntamente com sua equipe intensificou as operações fiscalizatórias, boa parte destas aos finais de semana e em parceria com a Polícia Militar.

Além das fiscalizações, ações preventivas passaram a ser realizadas. “Entendemos que a educação é fundamental para que a gente tenha êxito na nossa principal missão, que é fazer um trânsito mais seguro aqui na nossa cidade. Por isso, decidimos fazer palestras em escolas, empresas e ainda intensificamos o trabalho de sinalização na cidade; tanto as sinalizações verticais, como horizontais.”

Já no primeiro ano, os resultados foram satisfatórios: 1080 registros de acidentes. O número representou uma queda de 37,28% no número de sinistros de trânsito. O bom resultado, explicou Uescley, deixou claro que a Settran estava no caminho certo para cumprir as metas estabelecidas. “Continuamos o mesmo trabalho no ano seguinte, sempre aliando a fiscalização com a orientação; sabíamos que ia dar certo.”

Em dezembro de 2018, mais uma redução significativa: 772 acidentes contabilizados. Em comparação ao ano de 2016, Canaã registrou 55,16% menos acidentes. O resultado animou Uescley, que já projeta índices ainda melhores para os próximos anos. “Nós sabemos o quão importante foi esse trabalho que foi feito; não é algo que acontece da noite para o dia, mas sim a médio-longo prazo, conversando, orientando cada condutor. Construir um trânsito mais seguro é um exercício diário que envolve toda a comunidade. Nós temos consciência de que os números ainda são altos, mas a receita está aí: trabalho e mais trabalho. Não vamos parar.”

Ainda em entrevista, o secretário destacou o fato de que cada acidentado representa um custo de até R$ 8 mil para a saúde municipal. “Reduzir acidentes no trânsito também significa economia para os cofres públicos” concluiu.

Considerando que a principal tarefa da Settran é construir um trânsito mais seguro no município, boa parte da missão parece já estar concluída. É necessário, no entanto, mais. Apesar da brusca queda nos índices, casos de imprudência ainda existem e assustam a população. Conforme explicou o secretário, o trabalho continua e toda a comunidade é engranagem fundamental para a construção de uma Canaã melhor. 

Publicidade