O ex-vigilante Deusimar Lima Carvalho, 42 anos de idade, foi preso nesta terça-feira por volta das 14h30 pelo serviço de Inteligência da Polícia Militar, com apoio da guarnição do sargento PM Carias, acusado de porte ilegal de arma de fogo.

>

A prisão de Deusimar Lima se deu após denúncia de moradores do bairro Parque Verde, Parauapebas, dando conta que o mesmo estaria realizando disparos de arma de fogo na área aterrorizando e ameaçando os moradores.

 Na denúncia feita, a polícia consta que o acusado é foragido do Maranhão onde teria matado a facadas uma mulher e um homem. Os crime ocorreram, respectivamente, em 2005 e 2013 na cidade de Caxias (MA), onde ele teria ficado cerca de dois anos atrás das grades.

Para a polícia e à reportagem, Deusimar Carvalho confessou os crimes e disse que já pagou pelo que fez ao ser inocentado pela justiça daquela cidade.

Segundo o próprio acusado, a mulher teria sido morta em uma briga quando o homem que estava com ela a teria usado como escudo ao se agarrar com ela. O crime teria acontecido em 13/02/2005 no balneário Veneza, em Caxias. “Eu tentei furar o cara mais ele se agarrou com a mulher.”

A segunda vítima dele teria sido um homem que teria tentado lhe roubar no Mercado Central daquela cidade. A morte do homem ocorreu no dia 28/09/2013. “Ele tentou roubar minha bicicleta a qual era meu ganha pão. Flagrei ele tentando quebrar o cadeado para furtar, então o matei de faca por esse caso também fui preso e liberado.”

O acusado se encontrava em Parauapebas-PA havia três meses.

Na  20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, onde o suspeito foi apresentado, o delegado plantonista Dufrae Abade e sua equipe de investigadores realizaram uma busca no Inforseg, mas nada havia nada contra o acusado.

Entretanto, o mesmo ficou preso e deverá responder por porte e posse ilegal de arma de fogo, uma vez que na residência do mesmo a polícia encontrou três espingardas tipo por fora.

Para a reportagem, Deusimar Lima falou sobre os dois homicídios e disse que foi por legítima defesa e que por isso a justiça lhe pós em liberdade.

Quanto a denúncia que levou a polícia até a casa do acusado no bairro Parque Verde, ele negou as acusações.

De acordo com o sargento PM Carias, moradores denunciaram Deusimar Lima afirmando que ele estava tocando o terror naquela área “Após fazemos levantamento do local constatamos que ele é de alta periculosidade, matou duas pessoas no Maranhão, na cidade de Caxias.

Moradores nos informou que ele estava roubando os vizinhos e colocando eles pra correr da área. A situação já estava ficando assustadora, por isso tivemos que ir lá, então fizemos a prisão do mesmo por porte ilegal de arma de fogo e vamos averiguar a situação quanto a denunciar de homicídio no Estado do Maranhão. Ele afirma que já pagou pelo crime mas vamos averiguar” ressaltou o policial.

 (Caetano Silva)

Publicidade