O ancião Francisco Rocha Alves, 71 anos de idade, que estava desaparecido desde o último domingo (9), quando participava de um banho no balneário Dois Irmãos, localizado entre a área do assentamento Onalício Barros e Cedere III, zona rural de Parauapebas, distante cerca 30 quilômetros do centro da cidade foi encontrado morto, vítima de afogamento.

O corpo da vítima foi encontrado no início da tarde de segunda-feira (10), boiando nas águas próximo ao local de onde desapareceu. De acordo com informações, a vítima se encontrava no balneário, na companhia de uma filha e de uma segunda pessoa. Horas antes do desaparecimento de seu desparecimento, Francisco estaria de calça e uma toalha no ombro e teria se afastado da filha dizendo que iria procurar um local melhor para banhar e não foi mais visto.

>

O desaparecimento do idoso foi comunicado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, ainda no domingo. Ainda de acordo com informações, Francisco Rocha Alves, sofria de problemas mentais devido a um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Consta que, ao sentir falta do ancião, conhecidos da vítima realizaram buscas no local, entretanto o mesmo ele não foi encontrado. Somente no dia seguinte, a família da vítima encontrou o corpo. A Polícia, Corpo de Bombeiros e o IML foram acionados e após o resgate do corpo por parte do Corpo de Bombeiros e examinado preliminarmente pela equipe de investigadores de Polícia Civil a equipe de técnicos do Instituto Médico Legal (IML) removeram o cadáver para o Centro de Perícia Científica Renato Chaves onde passou por exames de necropsia.

(Neide Folha)

Publicidade