Gilvane de Sousa, 30 anos de idade, mais conhecido como Carapeta, figurinha carimbada no mundo do crime com cerca de 27 passagens pela Polícia por furto com arrombamento – e que esteve preso na semana passada acusado de roubar vários objetos de uma residência no bairro Betânia – foi assassinado com dois tiros nesta quarta-feira (3). Os dois tiros contra a vítima foram disparados na boca e na testa, em uma casa no bairro Casas Populares I, Parauapebas, onde estavam cerca de 20 pessoas ingerindo bebidas alcoólica.


De acordo com uma testemunha ocular, o crime aconteceu por volta das 18h30. Dois desconhecidos teriam chegado ao local, bateram no portão da casa e entraram no recinto ambos de arma em punho, A dupla se dirigiu até o local em que a vitima estava sentada e, sem contar história, colocou a arma dentro da boca de Gilvane e efetuou um disparo; logo em seguida, o tiro de misericórdia, na testa.

Após o levantamento realizado pela equipe do plantão da 20ª Seccional Urbana de Polícia Cívil, o corpo de Carapeta foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML), onde passou por necropsia no Centro de Perícia Renato Chaves de Parauapebas. O Departamento de Homicídio coloca à disposição da população o número do (94) 99115 4839 ou o disk denúncia 181 para informações que levem aos autores do crime. As informações do denunciante serão mantidas em sigilo.

(Caetano Silva)