Moradores do bairro Jardim Florido reclamam das condições que o bairro ficou após a terraplanagem feita no setor. Governo estadual iniciou a obra, mas somente uma parcela do convênio foi paga e trabalhos foram interrompidos

No primeiro semestre do ano de 2018, uma comitiva do governo estadual visitou Canaã dos Carajás e trouxe uma belíssima novidade: um convênio para pavimentação asfáltica de Canaã dos Carajás. Ao todo, R$ 7 milhões seriam destinados para a conclusão de 10 quilômetros de asfalto na cidade. As obras tiveram início logo e o bairro Jardim Florido foi um dos contemplados pelo convênio.

>

Como parte do acordo, a Prefeitura Municipal, por meio do Saae, fez toda a rede de água e esgoto no bairro e, logo após a conclusão desta etapa, a empresa contratada começou a fazer a terraplanagem nas ruas da comunidade. O trabalho até ia bem, mas a eleição passou e a verba prometida não veio mais.

De lá para cá, os moradores têm sofrido com a lama formada pelas fortes chuvas que caem no município. “Estamos aqui nesse sofrimento. De moto não anda porque o pneu trava com tanto bairro, escorrega e você pode cair. Está sem condições de sair até para trabalhar. Se não tiver carro, você chega no trabalho só a lama e, mesmo assim, pra chegar na Weyne Cavalcante é uma dificuldade.”

Conforme explicação do secretário de obras, Edson Sousa, a gestão está ciente do problema. “A Semob é responsável apenas por fazer a fiscalização do trabalho lá. Mas sem a verba não teve como continuar o trabalho. É lamentável o sofrimento dos cidadãos, mas o fato é que só a primeira parcela foi paga.”

O prefeito Jeová Andrade, em entrevista recente a uma emissora de TV local, falou sobre a situação do bairro e afirmou que a Prefeitura provavelmente concluirá a obra com recursos próprios. “Foi o que aconteceu. Mais uma vez em tempos de campanha o governo estadual veio até aqui e trouxe esse convênio. Passou o período eleitoral e o trabalho não foi concluído; vamos tentar um diálogo com o novo governador, mas é possível que a gente termine essa obra lá no bairro.”

Publicidade