Segundo o empresário Francisco José, a dívida se arrasta desde o ano de 2017 e já soma mais de R$ 100 mil

O empresário Francisco José, do ramo de refrigeração, alega ter uma dívida de mais de R$ 100 mil com a prefeitura de Curionópolis. Transtornado, o homem encontrou um jeito curioso de cobrar a pendência: acampando em frente à sede do governo da cidade.

Por volta das 8h de terça (8), Francisco ‘se mudou’ para o local, instalando barraca, colocando rede e até um fogão improvisado. O comerciante disse que só sairá do lugar quando receber a tal dívida.

Segundo o próprio, ele era o responsável pela manutenção de aparelhos em várias repartições públicas nos últimos dois anos. Desde então, apesar do árduo trabalho, ele não tem visto a ‘cor do dinheiro’, afirma.

“Minha batalha agora é para tentar receber o valor pelo serviço que eu já prestei e os aparelhos que eu vendi. Tenho tudo documentado, provando que realizei o serviço e forneci os produtos”, diz Francisco.

A prefeitura não se manifestou oficialmente sobre o caso até o momento.