No início da tarde desta quinta-feira (24), a Polícia Civil de Parauapebas realizou a prisão de mais um do suspeito de um duplo homicídio ocorrido no mês de maio trata-se do jovem Breno Almeida Silva , o ” *BRENO ESPANTALHO. A prisão do mesmo se deu em cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela 2ª vara criminal de Parauapebas, dado ao envolvimento dele nas mortes de Jeilson de Sousa Coelho, 20 de idade e de Wesley da Silva de Jesus, de 19, que ocorreram em maio de 2020.

Com a prisão de ESPANTALHO, a Polícia Civil contabiliza 03 faccionados do PCC que participaram da ação criminosa e que foram devidamente identificados e indiciados nos inquéritos instaurados para a apuração dos fatos que culminaram na morte dos amigos que haviam sido dados como desaparecidos dias antes por seus familiares e cujos corpos foram encontrados num sítio localizado na zona rural de Parauapebas.

>

Os autos apontam que ESPANTALHO, momentos antes da execução, interrogou os então desaparecidos para que apontassem outros membros da facção rival e também foi o responsável pela logística que determinou o deslocamento daqueles que seriam mortos da zona urbana para a rural de Parauapebas.

BRENO, que já conta com diversas passagens pelo crime de tráfico de drogas, retorna para o cárcere depois de poucos dias de liberdade.em 2017 e 2018 ele foi preso acusado de crime de tráfico de entorpecentes.

(Neide Folha)

Publicidade