A Polícia Civil de Parauapebas amanheceu com mais um brutal assassinato para desvendar nesta sexta-feira (27). Devido a rigidez do cadáver, os técnicos do IML acreditam que o crime tenha ocorrido ainda na madrugada.

Segundo informações, a vítima, que estava na beira da estrada sentido VS-10 assentamento da antiga fazenda Juazeiro, foi encontrada por volta das 6h30 da manhã por trabalhadores da empresa Geominas, que de imediatamente acionaram a equipe da Guarda Civil.

Segundo Eronildes Bernades dos Santos, tia da vítima, Hércules Bernardo dos Santos, de 19 anos de idade, teria saído de casa com destino ao centro da cidade por volta das 20h na companhia de um amigo identificado como Matheus.

Eronildes acusa Matheus de ser o responsável pela morte de seu sobrinho. Ela disse que o rapaz é um velho conhecido da polícia. “Quero saber porque o Matheus voltou pra casa e meu sobrinho não” questionou. De acordo com ela, o amigo nem sequer avisou a família da vítima sobre o ocorrido.

Depois dos levantamentos no local de crime realizados pela Polícia Civil e equipe do Instituto Médico Legal, foi observado que Hércule, que já teve passagem pela polícia, foi assassinado com cinco tiros de revólver calibre 38.

A policia busca localizar Matheus para esclarecer o que aconteceu.

(Neide Folha)

Publicidade