Em reunião na última semana, a prefeitura de Parauapebas revelou que homens entre 20 e 34 anos são os mais atingidos pela Aids no município. De acordo com o setor de Vigilância em Saúde, com dados fornecidos pelo Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), pessoas do gênero nesta faixa etária estão mais propensos à doença.

A Secretaria de Saúde revelou ainda outro dado assustador: mais de 150 novos casos são registrados todos os anos na Capital do Minério e região; ou seja, todos os meses, mais de 12 pessoas descobrem ser portadores da imunodeficiência.

Para o combate à doença, a Secretaria Municipal de Saúde de Parauapebas (Semsa) se reuniu com representantes da Pastoral da AIDS, Comitê Unificado LGBTI+ da Diversidade e empresas privadas. “Convidamos as empresas que mais possuem homens no seu quadro de funcionários e movimentos sociais para apresentar esses dados e, juntos, traçarmos estratégias com ações para alcançar esse público”, explicou a diretora do departamento de Vigilância em Saúde (Visa) da Semsa, Michele Ferreira.

Publicidade