Se encontra preso, e à disposição da justiça, o colono Francisco da Silva Moraes, 34 anos de idade, natural de Parauapebas (PA). O homem foi apresentado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas pela guarnição da Polícia Militar ao ser pego em flagrante de delito, acusado de matar o próprio irmão Gilmar Nunes da Silva, 41 anos de idade, natural de São Geraldo do Araguaia (PA), também agricultor.

Segundo informações, o crime teria ocorrido na tarde deste domingo (5) na Vila Paulo Fonteles, zona rural de Parauapebas, distante cerca 65 quilômetros do centro da cidade.

De acordo com o relado da guarnição que atendeu a ocorrência, a polícia foi acionada por populares dando conta de que naquela vila havia ocorrido um homicídio. Ao chegar no logradouro, os PM’s constataram a veracidade dos fatos, instante em que isolaram o local do crime. Pego pela população que queria linchá-lo, o acusado foi resgatado pelos PM’s e conduzido para delegacia.

Indagado pelos PMs sobre o crime, o acusado relatou que ele e o irmão estavam bebendo quando começaram uma discussão entrando em luta corporal. No calor da confusão, ele pegou uma faca e desferiu um golpe no peito de Gilmar, que veio a óbito instantaneamente no local.

O acusado disse ainda que havia se livrado da arma do crime e jogado a faca em uma cisterna. Recuperada pela PMs, a faca e o acusado foram apresentados na delegacia. Após os levantamentos de praxe realizados pelos investigadores de Polícia Civil, o corpo da vítima foi removido pela equipe do IML e encaminhado para necropsia no Centro de Perícias Científica Renato Chaves de Parauapebas.

(Neide Folha)

Publicidade