Se encontra preso, e à disposição da justiça, o colono Francisco da Silva Moraes, 34 anos de idade, natural de Parauapebas (PA). O homem foi apresentado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas pela guarnição da Polícia Militar ao ser pego em flagrante de delito, acusado de matar o próprio irmão Gilmar Nunes da Silva, 41 anos de idade, natural de São Geraldo do Araguaia (PA), também agricultor.

Segundo informações, o crime teria ocorrido na tarde deste domingo (5) na Vila Paulo Fonteles, zona rural de Parauapebas, distante cerca 65 quilômetros do centro da cidade.

Continua depois da publicidade

De acordo com o relado da guarnição que atendeu a ocorrência, a polícia foi acionada por populares dando conta de que naquela vila havia ocorrido um homicídio. Ao chegar no logradouro, os PM’s constataram a veracidade dos fatos, instante em que isolaram o local do crime. Pego pela população que queria linchá-lo, o acusado foi resgatado pelos PM’s e conduzido para delegacia.

Indagado pelos PMs sobre o crime, o acusado relatou que ele e o irmão estavam bebendo quando começaram uma discussão entrando em luta corporal. No calor da confusão, ele pegou uma faca e desferiu um golpe no peito de Gilmar, que veio a óbito instantaneamente no local.

O acusado disse ainda que havia se livrado da arma do crime e jogado a faca em uma cisterna. Recuperada pela PMs, a faca e o acusado foram apresentados na delegacia. Após os levantamentos de praxe realizados pelos investigadores de Polícia Civil, o corpo da vítima foi removido pela equipe do IML e encaminhado para necropsia no Centro de Perícias Científica Renato Chaves de Parauapebas.

(Neide Folha)

Publicidade