Mauricio invadiu a casa de uma família em Parauapebas, fingiu estar armado, mas acabou levando molho de pimenta nos olhos. Criminoso é velho conhecido da polícia

Depois de assaltar uma casa de família no bairro Jardim União, em Parauapebas, Maurício dos Santos Coelho, 25 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar. O criminoso conseguiu R$ 200,00 e um telefone celular, mas foi preso na sequência após ser cercado por populares.

Segundo umas das vítimas, a família estavam assistindo a um filme quando Maurício, se aproveitando do portão aberto, invadiu a casa e pegou todos de surpresa.

Com uma das mãos sob a camisa, como se estivesse empunhando uma arma de fogo, ele, primeiramente, exigiu que lhe entregassem a chave de uma motocicleta que estava estacionada na calçada. Acontece que o veículo não pertencia a ninguém da casa.

Inconformado e furioso, sempre ameaçando atirar em quem reagisse, ele começou a jogar tudo no chão, sob o olhar atônito das pessoas.

Sem encontrar a tal chave da moto, o assaltante tomou a carteira do sogro da vítima que narrou os fatos na Delegacia de Polícia, levando ainda R$ 200,00 e o celular do homem. Antes de sair, colocou todos no banheiro e fugiu, tentou trancar o portão da casa por fora, porém, se atrapalhou.

Foi tempo suficiente para que uma das vítimas conseguisse sair do banheiro e, desesperada, pegou como arma o primeiro objeto que viu: uma garrafa de vidro de molho de pimenta. Atirou no portão a garrafa, que se espatifou e o molho atingiu o rosto de Maurício.

O assaltante, que, apesar do volume soba a camisa, não estava armado, correu desnorteado, indo se esconder em uma estação de tratamento de esgoto, onde foi cercado pelas vítimas e por populares até a chegada da Polícia Militar. Na DP, o rapaz admitiu que já tem por volta de cinco entradas na polícia por roubo, pois é viciado em drogas e rouba para sustentar o vício.

(Caetano Silva)

Publicidade