Moacir Abreu da Silca Filho de 27 anos foi apresentado na delegacia por volta das 19h30, desta terça-feira, 3, por porte ilegal de arma de fogo e assalto. Com ele a polícia encontrou um revólver calibre 38, e nove aparelhos celulares e o documento de uma moto Honda Pop vermelha roubada.

O serviço de inteligência do 23° Batalhão da Polícia Militar realizou levantamentos e detectou vários roubos na cidade, através de monitoramento a polícia chegou até Moacir. Ele seria o responsável pelos crimes e por volta das 18hs foi repassada onde o mesmo estaria.

Diante das informações, a guarnição da VTR 2304 e a BARCA DO GTO 2311, fizeram uma incursão até o referido endereço, após o cerco policial, o suspeito foi localizado e tentou fugir dos militares pelo fundo da residência, momento em que o mesmo voltou e correu para o interior da residência, com autorização da proprietária da casa que é namorada do mesmo, a guarnição teve acesso a casa, conseguindo render o suspeito. Na ocasião ele estava com uma arma tipo REVÓLVER CALIBRE 38 de numeração 1581387 da marca TAURUS embaixo da cama, com três munições intactas.

No interior da residência foram encontrados 9 celulares de procedência duvidosa, 3 papelotes de drogas análoga ao crack e uma moto CG TITAN preta placa JTL8945. Que durante a abordagem o acusado se identificou como Roni, chegando na DEPOL mesmo deu o nome de FRANCIONE, após consulta no IFOPEN foi constatado que o nome verdadeiro do mesmo é MOACIR ABREU DA SILVA FILHO, foragido do CRAMA, respondendo por LATROCÍNIO, PORTE ILEGAL DE ARMA e ROUBO.

O acusado e todo o material foram encaminhados à DEPOL para as providências cabíveis, o mesmo não possui documentos pessoais.

(Neide Folha)

Publicidade