Irmão e tio da primeira dama Verônica estão na folha de pagamento da Prefeitura
O nepotismo é crime e a lei que reconhece isso está em vigência desde 2008 no Brasil. No entanto, o prefeito Adonei Aguiar, gestor de Curionópolis, simplesmente ignorou o fato ao contratar o tio e o irmão de sua esposa, Veronica Fernandes, para o quadro de funcionários do governo.
O médico geral Júlio Cesar Rabelo Junior e o engenheiro agrônomo Léo Ferreira Rabelo são, respectivamente, tio e irmão da primeira dama. Júlio Cesar, inclusive, recebeu no mês de fevereiro a quantia de R$ 35 mil em serviços prestados para a Prefeitura no mês de dezembro. Além do valor, o médico recebeu R$ 7.500,00 na folha de pagamento do município.
Vale destacar que a primeira dama é, também, secretária de planejamento da gestão Adonei Aguiar. De acordo com o site Papo Carajás, responsável pela investigação, a Assessoria de Comunicação daquele município não se manifestou sobre o caso.