Quem passa pela Avenida Weyne Cavalcante, na altura da entrada do bairro Novo Brasil, já percebe máquinas trabalhando à todo o vapor no terreno onde está sendo construída a rodoviária de Canaã dos Carajás. Sonho antigo dos moradores do município, a obra já está em andamento, com um projeto que vai garantir que o terminal de Canaã seja um dos mais modernos da região. O prazo previsto para a conclusão dos serviços é de oito meses.

Com estrutura metálica e de concreto armado, a rodoviária terá estacionamento para quase 160 vagas, incluindo carros, motos, e vagas cobertas para taxistas e mototaxistas. Ao todo, o espaço terá mais de 10 mil m² e a área construída mais de 3,3 mil m².

O local vai contar com 11 plataformas de embarque e desembarque, incluindo ônibus e vans, e espaços para uma casa lotérica, assistência social/juizado, administração, polícia, informações, guarda-volumes, além de lanchonetes, lojas e guichês para comercialização de passagens.

O prédio também contará com paisagismo no espaço externo (estacionamento) e interno, corredores amplos, rampas de acessibilidade, banheiros acessíveis, fraldário, e espaço destinado para caixas eletrônicos.

O acesso de entrada e saída de ônibus se dará pela Rua Recife (atrás da Avenida Minas Gerais). Já na Avenida Minas Gerais será feito o embarque e desembarque de pessoas deixadas por carros de aplicativos, táxi ou particulares, e uma parada exclusiva para transporte coletivo.

A previsão da prefeitura é que, com a conclusão da Rodovia TransCarajás, que vai ligar Canaã ao Posto 70 e tem início das obras previsto para esse ano, o fluxo de passageiros aumente em Canaã, e a cidade se torne um corredor para a região.

Publicidade