Com decretos dos governos municipais e estaduais com orientações sobre quarentena para evitar que o coronavírus se espalhe, o comércio em Canaã dos Carajás começa a sentir os efeitos da crise epidemiológica. Cumprindo determinação estadual, um bar em Canaã dos Carajás precisou encerrar, temporariamente, as atividades.

A medida visa evitar a aglomeração de pessoas e, assim, dificultar a transmissão do vírus. Por conta disso, o proprietário do estabelecimento relatou ao site Fala Sério que precisou demitir todos os profissionais. No total, 16 profissionais fixos foram demitidos e vão passar a quarentena em suas casas, sem salário.

Tudo isso gera um efeito negativo em todo o comércio, visto que, quanto menor a renda da sociedade, menos ela consome. No entanto, a crise pandêmica não deixa sinais negativos só em Canaã. Em todo o planeta, a recessão econômica é inevitável e milhares de postos de trabalho estão sendo fechados.

Especialistas apontam ainda que, mesmo quando a crise passar, seus efeitos serão sentidos por alguns meses. Em Canaã, provavelmente, a história não será diferente.