A Avenida dos Pioneiros, a segunda mais movimentada de Canaã dos Carajás, foi fechada no final da tarde desta quinta-feira (27) por proprietários de bares e restaurantes do município. Os empresários protestavam contra uma nova medida do governo municipal que exige que os estabelecimentos sejam mais rígidos no controle sanitário de clientes. A prefeitura municipal de Canaã atende a uma recomendação do Ministério Público, tendo como objetivo evitar aglomerações e a transmissão do novo coronavírus.

Entre as novas determinações, o governo exige que os clientes utilizem máscaras dentro dos estabelecimentos, que apenas 50% da capacidade do local seja ocupada e que haja o distanciamento de pelo menos 1,5m entre as pessoas. A fiscalização, afirma o governo, será mais rígida para que as medidas sejam cumpridas.

Revoltados com a situação, sabendo que perderão clientes e já tendo passado por um período difícil no primeiro semestre, os proprietários afirmaram que não aceitarão calados as determinações. Os comerciantes afirmam que, além do entretenimento, geram emprego e renda para o município e que muitas famílias ficam prejudicadas quando os bares e restaurantes não funcionam a todo vapor.

Na ocasião do fechamento da Pioneiros, até mesmo músicos tocaram no meio da rua. Após algumas horas de protesto, o trânsito foi liberado no local.

Publicidade