O ex-integrante do RBD Christian Chávez, de 36 anos, está sendo acusado por um garoto de programa mexicano conhecido como Josh, de 35 anos, de transmitir HIV a ele de forma proposital. Segundo o rapaz, eles se encontraram em 2016 por meio de um aplicativo de relacionamentos LGBTQ+ e foi contratado pelo artista para um programa sexual.

Quatro anos depois, Josh decidiu tornar a história pública e, em entrevista à revista mexicana TV Notas, contou detalhes do caso e deixou claro que quer ver o ex-RBD na prisão. O mexicano começou dizendo que decidiu trabalhar na prostituição porque sua ex-mulher estava grávida e eles precisavam de dinheiro. “Quando você está com fome e um bebê está a caminho, você faz o que for preciso”, afirmou.

Após a conversar pelo aplicativo com Christian, Josh foi ao encontro do ex-RBD sem saber quem ele era. “A primeira vez que não entramos na casa dele subimos para um terraço. Ele me disse que tinha ‘docinho’ [droga] para se divertir mais, me ofereceu um pouco e aceitei para quebrar o gelo”, contou.

Depois da relação sexual, o cantor disse que não tinha dinheiro para paga-lo e perguntou se podia fazer o pagamento “com outras substâncias”. “Aceitei. Vendi o que ele me deu e ganhei três vezes mais.” O mexicano afirmou ainda que só notou quem era seu cliente no terceiro encontro: “Entrei na casa dele e vi suas fotos, discos e prêmios que ele ganhou com o RBD”.

Já sobre o uso de preservativo durante o sexo, ele relatou o seguinte: “No começo a gente usava, mas depois ele me convenceu a tirar a camisinha. Perguntei se ele estava ‘limpo’, se não tinha HIV ou nenhuma DST, mas ele ficou ofendido e respondeu que não havia nada com que se preocupar”. Christian teria, inclusive, oferecido um dinheiro extra para que não usassem a camisinha.

Ainda na entrevista, Josh falou que depois de um tempo arrumou um emprego e deixou de ser garoto de programa. Em outubro desse ano, ele fez uma série de exames porque percebeu que algo estranho estava acontecendo com ele. Foi nesse período que recebeu o diagnostico. “Senti que o mundo sobre mim. Aí, pensei em quem poderia ter me infectado, porque só fiz sexo sem proteção com três pessoas. Christian foi descartado imediatamente e, erradamente, culpei outra pessoa, eu o confrontei e acabamos no Ministério Público, e o pior é que ele nem tinha HIV.”

Meses depois, o jovem resolveu procurar Maico Kemper, ex-namorado de Christian, no Facebook: “Ele me perguntou se a gente tinha feito sexo e se nós tínhamos nos cuidado, porque ele sabia que Christian era portador do HIV.  Naquele momento, eu confirmei que ele me infectou”.

Josh disse que decidiu expor essa relação depois de tantos anos porque “não quer que a história se repita”. “Perdi minha saúde, minha família e minha vida, e não desejo isso a ninguém. Esclareço que não recebi nenhum pagamento por esta entrevista e que estou apenas buscando justiça”, comentou.

O ex-namorado de Christian confirmou a imprensa que conversou com o garoto de programa pelo Facebook e contou que descobriu que o ex-RBD era portador do vírus do HIV em 2018. “Durante uma viagem que fizemos a Paris, ambos confessamos que convivíamos com a doença. Sei como isso é difícil e por isso sempre o apoiei emocionalmente e cuidei dele durante todo o tempo em que estivemos juntos. Comíamos bem, fazíamos exercícios e tomamos os medicamentos na hora certa.”

(Diário do Pará e Jovem Pan)

Publicidade