Uma criança de 11 anos morreu, nesta quarta-feira (16), eletrocutada. Segundo informações, a vítima estava usando o celular enquanto ele estava na tomada, recarregando a bateria. A jovem era estudante do 5º ano da Escola Luis Carlos Prestes, localizada na Agrovila Nova Jerusalém, zona rural de Canaã dos Carajás.

A tragédia que tirou a vida de Viviane Alves Barroso aconteceu por volta das 9h. Hugo Pereira, diretor da escola em que a jovem estudava, lamentou o ocorrido através das redes sociais. “Era uma menina cheia de vida, feliz, alegre. Por várias vezes eu fui levar o bloco de atividades na casa dela. Era uma menina que a gente amava.”

A estudante ainda foi levada para o Hospital Daniel Gonçalves, mas já chegou sem vida ao local.

Publicidade