O afastamento ocorre em uma ação que investiga fraude em licitação, superfaturamento e desvio de dinheiro público

O prefeito de Parauapebas Darci Lermen, até agora não se manifestou  para a população de Parauapebas sobre o caso do Secretário de Urbanismo,  Edmar Cruz Lima, acusado de corrupção desvio de dinheiro público e super faturamentos na Prefeitura Municipal de Parauapebas (SEMURB), ocorrido na última quarta-feira (12), após uma investigação do MPPA.

De acordo com a Justiça, o pedido acolheu uma denúncia do Ministério Público do Pará (MPPA) de improbidade administrativa. Além do afastamento, foi determinado o bloqueio de bens do secretário.

A decisão também afastou um engenheiro que trabalhava na secretaria. De acordo com a Justiça, foram encontradas irregularidades no contrato de iluminação pública do município.

Segundo o promotor Hélio Rubens, que ofereceu a denúncia à Justiça, o secretário aplicou “exigências editalícias impertinentes, voltadas apenas para restringir a competição, o direcionamento do certame”. De acordo com o promotor isso gerava o superfaturamento do preço e o fornecimento de mercadoria.

Emissoras de TV e Portais de Notícias, procuraram a prefeitura para falar sobre o assunto, mas, até agora ninguém se pronunciou.

(Reportagem: Portal do Carajás)

Publicidade