O jovem, Ícaro Ladislau dos Santos, desaparecido desde o dia 19/3/2020, após sair de seu local de trabalho, localizado na Folha 32, bairro Nova Marabá, foi executado com vários disparos de arma de fogo.

A vítima apresentava perfurações, a tiros, na nuca e em outras partes do corpo.

>
Corpo foi avistado ‘boiando’ no rio Tocantins

O cadáver foi encontrado, ‘boiando, em uma área de várzea, no bairro Santa Rosa, emMarabá, no sudeste do Pará. A Redação apurou ainda que Ícaro era envolvido com o tráfico de drogas. A relação dele com uma facção criminosa deverá vir à tona no decorrer das investigações conduzidas pelo Departamento de Homicídios da 21ª Seccional de Polícia Civil.

De acordo com pessoas próximas, a família vinha lutando, há anos, para retirar Ícaro do ‘caminho errado’. A vítima seria ex-militar e teria enfrentado problemas na caserna’ , ao ser flagrado, com entorpecente no armário. Não houve velório, pois o corpo estava em avançado estado decomposição. Ele foi sepultado assim que o corpo foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Marabá.

I(nformacões: Debate Carajás)

Publicidade