O Grupamento Tático Operacional da Polícia Militar apresentou, nesta terça-feira (18), na Delegacia de Parauapebas, um casal de ladrões. Lucas Mourão da Silva, 18 anos de idade, e Jaqueline Reis da Conceição, de 21, foram presos com várias peças de roupa furtadas em uma loja do shopping de Parauapebas.

Além das peças avaliadas em cerca de R$ 5 mil, a Polícia encontrou uma motocicleta Honda Biz, que havia sido roubada no dia 9, da Cliniodonto no bairro Cidade no Nova. Na ocasião, o ladrão, que agia sozinho, levou os pertences da funcionárias e clientes. Uma outra Biz branca, que também seria roubada, também foi encontrada em poder do casal.

Segunda a gerente da loja, o prejuízo foi grande. “Nós estávamos de olho no casal já há algum tempo. Então, assim que eles entraram no shopping acionamos a segurança. Eles entraram pela manhã, por volta das 8h. O shopping ainda estava fechado, mas eles já se encontravam na portaria. Eles tinham consigo uma bolsa térmica, que é utilizada no mundo do crime pra não ser detectada pelos sistemas operacionais do shopping. Eles não contavam que nós já tinham as imagens deles em mão, pois eles já tinha feito isso umas quatro vezes.”

Segundo o sargento PM Menezes, do Grupo Tático Operacional (GTO), sua guarnição tinha a informação de que na divisa dos bairros Rio Verde e da Paz, em um apartamento de um prédio na rua Santa Rita, havia duas mulheres que estavam traficando drogas.

Hoje, ainda segundo o PM, o pessoal da inteligência da PM, teria pedido apoio para prender alguns suspeitos. “Chegamos na citada residência, encontramos vários pertences como roupas e outros materiais de lojas do shopping. Esse tipo de pessoas nós chamamos de ‘clínico geral’, pois eles cometem furtos, assaltos a mão armada e tráfico. Só que não conseguimos encontrar no local nenhum tipo de entorpecente.” explicou o policial.

Mediante o flagrante de furto, o casal foi apresentado na delegacia para os procedimentos cabíveis da Polícia Civil. As motocicletas eram utilizadas para assaltos. “Eles agiam da seguinte forma: praticavam os assaltos, guardavam as motos no mato e voltavam para o hotel como se nada tivesse acontecido. Não tem nenhum mês que Lucas saiu da prisão e a moça também tem passagem e foi liberada; agora foram pegos novamente.”

A Polícia ainda não sabe dizer se os dois eram os responsáveis por uma onda de assaltos que tomou a cidade nas últimas semanas, mas as características batem com a do casal que vinha agindo.

(Neide Folha)

Publicidade