Em entrevista, secretário de Desenvolvimento Social destacou que 3415 famílias já receberam o benefício no município. A partir da próxima segunda (27), segunda parte do auxílio começa a ser depositado para novos cadastrados

O secretário de Desenvolvimento Social, Ronaldo Araújo, em entrevista coletiva nesta quarta-feira (22), destacou alguns importantes números para a economia de Canaã dos Carajás. De acordo com o gestor, o auxílio do governo federal para famílias em situação de vulnerabilidade em meio à crise já injetou cerca de R$ 11 milhões na economia do município. Ao todo, destacou Ronaldo, 3415 famílias já receberam o benefício. Estas famílias são as que já eram cadastradas no Cad Único.

>

O valor representa um fôlego para o comércio local, que vem sofrendo com os efeitos negativos do isolamento social em vigor há mais de um mês. Conforme explicou Ronaldo, parte das famílias recebem o valor de R$ 600, outra parte a fatia de R$ 1200,00 e outras o valor máximo de R$ 1800,00, seguindo os critérios estabelecidos pelo governo federal.

A partir da próxima segunda-feira (27), a segunda remessa do auxílio emergencial começará a ser paga no município. Ainda não há informações sobre a estimativa de valores que circularão no comércio com os novos cadastrados.

O gestor lembrou ainda que a Assistência Social fará um trabalho de apoio às famílias que não estão recebendo o benefício e manterá o que já vem sendo feito na cidade. Outro setor que será beneficiado também por ações da Secretaria é o de trabalhadores autônomos, como músicos, que estão seriamente prejudicados pela crise.

Publicidade