Lenivaldo Nascimento havia assaltado uma mulher e levado sua motocicleta. O acusado disparou contra a guarnição e levou chumbo de volta

Lenivaldo do Nascimento Santos, 20 anos de idade, foi parar no hospital ao ser baleado em uma intervenção policial. O caso aconteceu por volta das 10h20 da manhã deste domingo (27) no bairro Bom Jesus, em Parauapebas.

De acordo com informações, o fato se deu após o acusado ter tomado de assalto uma moto Honda POP, cor branca, de uma mulher que acabava de sair de casa, no bairro Vila Rica, para ir em uma padaria.

De acordo com a vítima, era por volta das 07h30 da manhã quando o indivíduo lhe abordou e, apontando a arma para sua cabeça, ordenou que entregasse a moto. Logo em seguida a vítima procurou a delegacia onde denunciou o assalto.

O esposo da vítima informou o ocorrido para o Centro de Controle operacionais (CCO), que acionou a guarnição e, através do rastreador da motocicleta, conseguiram chegar até o veículo que estava escondido na rua Muricí, bairro Bom Jesus, complexo VS-10.

No local, área de difícil acesso, a guarnição, composta pelo tenente PM Honorato e sargento PM Sandro, acompanhada da viatura do GTO, comandada pelo sargento Mesquita, lograram êxito em localizar o assaltante. Ao perceber a aproximação dos policiais, o criminoso sacou um revólver calibre 38 e efetuou dois disparos contra a PM. , momento em que foi revidado e o ladrão foi atingido. Socorrido pela GU o acusado foi encaminhado para o Pronto Socorro do Hospital Municipal de Parauapebas, onde chegou falando e pediu aos funcionários daquela casa de saude para que não deixassem ele morrer.

As guarnições revidaram os disparos e o ladrão foi atingido. Socorrido pelos policiais, o acusado foi encaminhado para o Pronto Socorro do Hospital Municipal de Parauapebas, onde chegou falando e pediu aos funcionários daquela casa de saúde para que não deixassem ele morrer.

Depois de prestar socorro ao assaltante, os policiais apresentaram o revólver que estava em poder de Lenivaldo e a motocicleta que havia sido roubada pela manhã.

(Caetano Silva)

Publicidade