Gestora da Saúde no município, Daiane Celestrine lembrou que o município está seguindo determinações estaduais e que tudo está sendo feito para evitar que nenhum caso de coronavírus seja registrado em Canaã

A secretária de Saúde de Canaã dos Carajás, Daiane Celestrine, gravou um vídeo, nesta quinta-feira (2), respondendo perguntas enviadas pela imprensa local. Na ocasião, a gestora afirmou que este ainda não é o momento do comércio voltar a abrir as portas em Canaã. Daiane explicou que o município segue o decreto estadual, que determina uma série de medidas para evitar que o coronavírus se prolifere nos municípios do Pará.

“Tudo está sendo feito para que Canaã não tenha nenhum caso de covid-19. O estado está subindo na curva epidemiológico e não podemos relaxar nessa luta contra a doença. Portanto, essas medidas ainda são necessárias. Não temos nenhum caso registrado até o momento, mas, se abrirmos o comércio, poderemos ter.”

Daiane também falou sobre a mudança de planos do governo, que compraria um hotel para servir como ambulatório para pacientes com coronavírus. Na quarta (1), no entanto, a gestão anunciou que o ambulatório emergencial será montado na Unidade Básica de Saúde do bairro Novo Brasil. ” O local que havia sido anunciado anteriormente ainda precisa de um processo legal para ser aprovado e não podemos esperar por isso, visto que já começamos a subir na curva epidemiológica. Estamos preocupados, pois podemos precisar e não ter o espaço pronto. A unidade do Novo Brasil já está lá, devidamente instalada, e reformada. Ela é uma das maiores que temos em Canaã e atenderá bem as nossas necessidades.” A secretária afirmou ainda que o ambulatório só funcionará caso seja necessário, ou seja, se o município tiver pacientes confirmados com a doença.

Sobre o prédio do hotel, que também serviria como sede da Secretaria de Saúde, Daiane explicou que haverá um processo nos próximos dias e que a compra ainda será avaliada. “Nosso foco no momento é a luta contra o coronavírus” finalizou.

Publicidade