Está internado, no Hospital Municipal de Parauapebas, um adolescente de 14 anos que foi sequestrado e torturado em uma fazenda na região do Alto Bonito, município de Marabá. Segundo a mãe do adolescente, Luzinete da Cruz Moraes, ele foi sequestrado na manhã desta segunda-feira (11), e foi salvo da morte por um homem, que ouviu os gritos dele e o conseguiu libertá-lo do cativeiro onde estava amarrado e sendo torturado.

De acordo com a mulher, um homem, que ela não sabe identificar, foi até a casa da família e pediu ao marido dela para o adolescente ir com ele ajudá-lo a vacinar gado. Tudo, no entanto, segundo ela, foi só uma jogada para levar a vítima para ser torturada e ela acredita que provavelmente o filho seria depois morto.

Luzinete, que está acompanhando a vítima no hospital, contou que o adolescente está sendo acusado de ter assaltado a casa do filho de um fazendeiro daquela localidade. Teria sido essa suposta vítima, cujo nome ela também não divulgou, quem teria ‘armado’ para levar o adolescente para o local onde foi torturado.

Ela detalhou que o filho foi salvo por um homem conhecido da família que, por volta de 21 horas, passou pelo local com uma mulher e o filho e reconheceu a voz dele. “Ele gritou, pedindo socorro, e o homem escutou e também reconheceu a voz dele e o salvou”, relata Luzinete.

Segundo ela, o filho apanhou muito na região da cabeça e foi enforcado, inclusive apresenta as marcas no pescoço das esganaduras. “Ele provavelmente ia ser morto, se o rapaz não tivesse passado naquela hora pelo local”, acredita.

Com medo, ela diz que quando o filho tiver alta, vai tirá-lo da cidade para tentar salvar a vida dele. “Eu sei que ele está jurado de morte, então vou mandar ele para bem longe de lá”, adiantou. Ela registrou ocorrência sobre o caso, que de início vai ser investigado pela 20ª Seccional Urbana de Parauapebas.

(Com informações de Ronaldo Modesto)

Publicidade