Francinaldo Cosmo dos santos é acusado de matar a própria mulher e deixar o corpo da vítima debaixo de uma galeria na TransCarajás. Ele estava foragido deste o último domingo (28), e se apresentou com advogado na delegacia de Canaã dos Carajás, no entanto contra si já havia um mandado de prisão.

Nayara do Carmo da Silva, 33 anos, não resistiu ao tiro na cabeça praticado pelo próprio marido, que em seguida levou o corpo da vítima para galeria TransCarajás, próximo da Umuarama, em Canaã. O mesmo informou a polícia e evadiu-se do local.

Continua depois da publicidade

Após o crime, a Polícia Civil de Canaã dos Carajás seguiu com as investigações e ouviu alguns depoimentos. De acordo com uma colega da vítima, a discussão começou porque Nayara preferiu dormir na casa da amiga, Fracinaldo não gostou e na manhã seguinte foi buscar a esposa, que não queria sair da casa da amiga. A briga do casal continuou dentro do automóvel quando voltavam para casa.

Após depoimentos, a polícia Civil de Canaã informou as barreiras federais para ajudar a localizar o paradeiro do acusado. Fracinaldo se apresentou na delegacia de Canaã acompanhado do advogado e prestou depoimento.

De acordo com o acusado, ele pegou a arma para “intimidar” Nayara, que tentava interferir no volante do veículo. No calor da discussão a arma disparou. No entanto, a polícia decretou prisão preventiva. O mesmo passará por audiência de custódia, ou seja, será avaliado por juiz ou delegado responsável que fará justiça ao caso.

( Por: Neryan Da Hora)

Publicidade