A jovem Thayssa Porpino completou 16 anos na segunda-feira (6) e, ao alcançar a idade mínima para ser uma doadora de sangue, decidiu celebrar a idade nova participando do projeto “Aniversário Solidário” no Hemopa Castanhal. No total, foram coletadas 35 bolsas de sangue.

“Finalmente fiz a minha primeira doação, que há tempo queria fazer. Minha mãe é a maior incentivadora na minha casa e em toda a nossa cidade quando se fala de campanha. E o aniversário não tinha data melhor para comemorar a minha vida e ajudar a salvar outras”, ressaltou a mais nova doadora de sangue.

Continua depois da publicidade

A decoração foi confeccionada pela mãe e cantora Thais Porpino, que organizou tudo com muita dedicação e com o apoio da equipe do Hemocentro de Castanhal. “Há 3 anos faço meu ‘Aniversário Solidário’. E este ano comemorei o da minha filha. Já precisei de transfusão e sou doadora assídua, por isso, levanto a bandeira da doação constante. E isso tento ensinar sempre as minhas filhas”, ressaltou Thaís.

O projeto “Aniversário Solidário” tem como objetivo incentivar a doação de sangue. A intenção é que os convidados da festa dediquem um tempo para cumprir com o gesto de generosidade com o próximo. Uma bolsa de sangue pode salvar até quatro pacientes adultos e oito infantis. “É um momento de grande satisfação para nossa equipe. O ‘Aniversário Solidário’ contribuiu para melhorar nosso estoque e nós, como servidores, recebemos todas as ações de braços abertos”, destacou a assistente social do Hemopa Castanhal, Arinete Silva.

Doar – Para ser um doador o cidadão precisa ter entre 16 e 69 anos (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar bem de saúde e apresentar um documento de identificação oficial, original, com foto (RG, CNH, Passaporte ou Carteira de Trabalho).

(Informações: Agência Pará)

Publicidade