Com os acusados, foram encontrados 91 porções de entorpecentes já embalados, entre maconha, oxi e pasta base de cocaína

Na tarde desta quinta-feira (25), meia tonelada de substância derivada da cocaína foi apresentada na Delegacia-Geral de Polícia Civil, em Belém. A droga foi apreendida durante a madrugada, em um ramal no município de Castanhal, na Região Metropolitana de Belém. Após ser periciado, todo o material ilícito foi transportado para a capital, onde será incinerado.

Continua depois da publicidade

A delegada-geral adjunta Daniela Santos explicou que a apreensão faz parte das ações de combate ao tráfico de drogas no Estado. “Estamos intensificando diariamente as ações de combate ao tráfico de entorpecentes, e com mais essa apreensão totalizamos aproximadamente 2,5 toneladas apreendidas em menos de dois meses, o que representa um desfalque significativo às associações criminosas e, consequentemente, a crimes oriundos do tráfico de drogas”, afirmou a delegada.

Segundo o titular do Núcleo de Inteligência Policial, Temmer Khayat, cada quilo da substância está avaliado em R$ 26 mil, representando uma perda de aproximadamente R$ 13 milhões aos responsáveis pelo crime. “Além do prejuízo ao tráfico, ao retirarmos as drogas das ruas, também estamos combatendo e prevenindo indiretamente outros crimes contra o patrimônio, como furtos e roubos, e crimes contra a vida, como homicídios, que são correlatos ao tráfico de drogas”, informou Temmer Khayat.

ApreensãoDurante as investigações voltadas ao combate ao tráfico de drogas surgiram indícios de transporte da substância ilícita, com destino a Castanhal. Diante disso, equipes da Polícia Civil realizaram diligências e abordagens a caminhões, em várias vias e ramais. Em um dos veículos abordados foi identificado um desnível na carroceria de um caminhão, e o motorista foi conduzido à Delegacia de Castanhal.

Durante a inspeção foi identificado um fundo falso na carroceria do caminhão, onde estava grande quantidade de substância entorpecente. O motorista recebeu voz de prisão e, após depoimento, foi encaminhado para exame de corpo de delito e colocado à disposição da JustiçaFonte: Agência Pará

Publicidade